Últimas notícias

Cabo De Guerra Negociação

Saiba as últimas da nossa Rodada de Negociação com o patronal

30/09/2016

cabo-de-guerra-negociacao

As negociações para o reajuste salarial de 2016 já começaram. Em 21 de setembro, aconteceu, em São Paulo, a primeira rodada de negociação entre o SEEL e Snel.

Como era de se esperar, o patronal não respondeu adequadamente à pauta enviada pelo SEEL. Vieram com números e tabelas produzidas por eles mesmos e com interpretações que justificam o rebaixamento de ganhos, com nova proposta de escalonamento de índice e faixas salariais.

A comissão de negociação do SEEL deixou claro que esse ano não vamos ter acordo com escalonamento, pois 2015 já absorvemos perdas econômicas aos salários superiores a 5 mil reais.
A nossa comissão teve a satisfação de receber o prestígio e presença da presidenta do SEEL do Paraná, Renata Correia.  Também recebemos mensagens de solidariedade das federações do RS, SC, MG, BA e do RJ, todas atentas ao acordo que sairá aqui de SP, o estado com a maior presença de trabalhadores e trabalhadoras no setor editorial.
Como ocorre em todos os anos, contamos com o apoio do DIEESE, que estava conosco na mesa e preparou um estudo sobre as perdas nos salários que não receberam reposição integral da inflação no ano passado. O economista Ilmar Ferreira da Silva, num momento mais tenso da reunião, precisou ser enfático na demonstração matemática das perdas de 2015.
O sindicato patronal revelou muita pressa em fechar o acordo deste ano. Mas deixamos claro que a pressa não é amiga de um bom acordo para a classe trabalhadora.
Faremos o necessário para demonstrar aos empresários e seu sindicato que os trabalhadores e trabalhadoras não podem acumular prejuízos. O lucro não pode se sobrepor à vida das pessoas.

Nenhum direito a menos para quem trabalha!
Não haverá aposta de melhora na economia se menos dinheiro estiver nas mãos da classe trabalhadora.

Fiquem atentos: a segunda rodada está marcada para o dia 6 de outubro.

Compartilhe: